terça-feira, junho 06, 2017

O Torso Arcaíco de Apolo - Rainer Maria Rilke – Tradução Eric Ponty



Nós nunca apreciamos sua cabeça e toda a luz
Que madurou em seus olhos legendários. Mas
Tronco ainda brilha quão uma luz de gás esmaecida
Em que seu olhar, cintilado que jaz há muito tempo.

Apanha e faísca. E caso adverso, do aumento
Peito não poderia te ofuscar, nem um sorriso
Abarcarmos ligeiro toque dos seus lombos
Comando ao centro onde a procriação prosperou.

Caso oposto, pedra seria deformada e cortada
Sob uma imersão diáfana destes seus ombros
E não brilhar, assim quão a peles animais feras

E não estourou deste todos os seus arredores
Como uma estrela: porque não há espaço
Isso não te vê. Você deve variar a sua vida.
Rainer Maria Rilke – Tradução Eric Ponty

Nenhum comentário: